sábado, 4 de outubro de 2014

LOGOSOFIA



Diante do caos espiritual que assola grande parte do mundo, produto da efervescência de idéias extremistas que ameaçam a independência mental do indivíduo e sua liberdade, que é seu direito imanente, faz-se necessário buscar soluções reais e permanentes, começando pela substituição de certos conceitos totalmente inadequados para a vida.

A Logosofia é uma ciência desenvolvida pelo pensador e humanista argentino Carlos Bernardo González Pecotche, que oferece ferramentas de ordem conceitual e prática para obter o auto-aperfeiçoamento através de um processo de evolução consciente e realizar, paralelamente, um processo que conduz ao conhecimento de si mesmo. 

A Logosofia é uma nova forma de sentir e de conceber a vida. Apresenta uma concepção do homem, de sua organização psíquica e mental, e da vida humana em suas mais amplas possibilidades e proporções. 

Seu nome reúne em um só vocábulo as raízes gregas logos e sofos, “ciência da razão”, que o autor adotou, dando-lhes a significação de verbo criador e de ciência original, para designar uma nova linha de conhecimentos, ao mesmo tempo uma doutrina, um método e uma técnica que lhe são eminentemente próprios.



Visando explorar os campos do autoconhecimento, a proposta logosófica é emancipar o indivíduo ao focar principalmente na identificação, classificação e seleção dos próprios pensamentos. 

A Logosofia é uma ciência nova que conduz o homem ao conhecimento de si mesmo, de Deus, do Universo e suas leis. Explorando os campos do autoconhecimento, a proposta logosófica é emancipar o individuo, focando, principalmente, na identificação, classificação e seleção dos próprios pensamentos. 

O ensinamento logosófico busca conceder ao espírito humano a prerrogativa de compreender a própria vida, assim como a vida dos que o cercam, apresentando a gênese do homem em sua organização psíquica e mental, e da vida humana em suas mais amplas possibilidades e proporções. 

A Logosofia revela conhecimentos de natureza transcendente e concede ao espírito humano a possibilidade de reinar na vida do ser que anima. 



A Logosofia é a especialidade científica e metodológica que, procurando guiar o entendimento humano, ocupa-se da reativação consciente do indivíduo. Seus princípios levam o indivíduo a encontrar soluções dentro de si mesmo e possa, generosamente, contribuir com seus semelhantes, simplificando assim os complexos problemas que afligem a humanidade.

O Autor:

Pensador e humanista, Carlos Bernardo González Pecotche (logosoficamente conhecido como RAUMSOL) nasceu em Buenos Aires, Argentina, em 11 de agosto de 1901. Com apenas 29 anos, reagindo contra a rotina dos conhecimentos e sistemas usados para a educação e a formação do ser humano, deu nascimento à Logosofia, ciência de profundo significado humanístico.

Autor de uma vasta bibliografia, pronunciou também inúmeras conferências, muitas das quais ainda inéditas. Demonstra sua excepcional técnica pedagógica com o seu original método, que ensina a desvendar os grandes enigmas da vida humana e universal. O legado de sua obra abre o caminho para o cultivo de uma nova cultura e o advento de uma nova civilização que ele denominou “civilização do espírito”.




"Estou no mundo como os demais homens da Terra e, assim como a eles, foi-me dada a oportunidade de conhecer, penetrando em todos os ambientes, tudo quanto possa interessar a meu propósito, a meu propósito de bem, que é a grande obra de superação humana que venho realizando. Sejamos como os rios, que renovam constantemente as suas águas."  Mestre Raumsol

No dia 17 de julho de 1950, na cidade de Montevidéu, o autor da Logosofia pronunciou as seguintes palavras: "Muitas coisas, totalmente desconhecidas para vós e para o mundo, dei a conhecer em meus ensinamentos, e ninguém poderia dizer que uma só dentre elas não está vinculada à minha vida."

RAUMSOL faleceu em Buenos Aires em 4 de abril de 1963, aos sessenta e dois anos incompletos. Seu legado à Humanidade foi: Ao partir deste mundo deixarei um legado cujo valor será estimado com justiça depois de minha morte. Esse legado é a minha obra. Em minha obra, à qual dediquei todas as horas da minha vida, estão encarnados meu nome e meu espírito. Minha obra, amada e respeitada por todos os meus discípulos, os quais – estou convicto – a defenderão e conservarão.

Qual a finalidade da Logosofia?

Pode-se dizer que o conhecimento de si mesmo é um dos principais assuntos de estudo desta ciência do aperfeiçoamento humano.



Segundo Sylvie Antonini, integrante da Fundação Logosófica do Brasil, a logosofia é uma ciência eminentemente experimental. “Aquele que estuda e pratica os ensinamentos logosóficos aprende a conhecer seu mundo interior.” Ela afirma que “a logosofia também orienta o ser humano a adestrar-se na utilização das faculdades de sua inteligência, de modo a ser capaz de criar pensamentos próprios de índole construtiva.”

Seus objetivos centrais são a evolução consciente do homem, mediante a organização de seus sistemas mental, sensível e instintivo; o conhecimento de si mesmo, que implica o domínio pleno dos elementos que constituem o segredo da existência de cada um; o conhecimento do mundo mental, transcendente ou metafísico, onde têm origem todas as ideias e pensamentos que fecundam a existência humana; o desenvolvimento e o domínio profundo das funções de estudar, aprender, ensinar, pensar e realizar.


Para a escola de Logosofia, o próprio aperfeiçoamento, assistido pelo princípio de ajudar também seus semelhantes, é o que conduz o indivíduo ao conhecimento de si mesmo. Afinal, todo processo evolutivo deve ser assistido pelos próprios semelhantes, pois são estes os que realizam as observações e confrontações, tão indispensáveis para os reajustes internos individuais.



Um dos maiores objetivos da Logosofia consiste em ajudar o homem a aperfeiçoar-se mediante a realização do processo de evolução consciente. 

Tal processo permite que o indivíduo edifique uma nova vida, através da reestruturação de seus sistemas mental e sensível. 

Por trabalhar com processos sucessivos de superação, a Logosofia confere ao homem a consciência de suas possibilidades humanas. Portanto, seus principais objetivos são: a evolução consciente do homem; o conhecimento de si mesmo; a integração do espírito; o conhecimento das leis universais; o conhecimento do mundo mental; a edificação de uma nova vida; o desenvolvimento e o domínio profundo das funções de estudar, aprender, ensinar, pensar e realizar.


A ciência logosófica convida o homem a realizar um estudo pleno de sua psicologia: seu caráter, suas tendências, seus pensamentos, suas qualidades, suas deficiências e tudo que, direta ou indiretamente, faz parte de suas faculdades mentais e diz respeito aos estados de seu espírito. 

Conhecer a si mesmo é uma tarefa incomensurável: é o homem frente a sua própria incógnita, buscando adentrar esse universo que, apesar de pessoal e único, ainda é desconhecido. O assunto é de tal importância que, conhecendo a si mesmo, isto é, explorando seu mundo interno e descobrindo as maravilhas que nele existem, o homem conhecerá seu Criador através do próprio esforço que faz em direção à conquista desse grande e transcendente objetivo.

O método de aperfeiçoamento apresentado pela Logosofia ensina cada trecho a percorrer na formação de uma nova vida e na superação de todos os valores da inteligência e da sensibilidade, desenvolvendo as aptidões básicas do homem e permitindo o esclarecimento das idéias e fecundação constante de outras novas, diretamente vinculadas à superação individual. 

Em outras palavras: o método logosófico, único em sua essência e não estando contido em moldes rigorosos ou dogmáticos possui a qualidade extraordinária de adaptar-se a cada mente, proporcionando a parte de conhecimento que a capacidade individual pode abarcar.



A evolução consciente começa, segundo a Logosofia, com o processo que conduz o homem ao conhecimento de si mesmo. Inicia-se no momento em que o ser, por própria vontade, decide retomar o fio de sua existência, deixando de viver uma vida apenas por viver. 

A evolução consciente implica mudar de estado, de modalidade e de caráter, conquistando qualidades superiores que culminam com a anulação das velhas tendências e com o nascimento de uma nova genialidade. 

O processo que a ela conduz é o caminho da superação humana pelo conhecimento, que amplia a vida, alarga os horizontes e fortalece o espírito, enchendo-o de felicidade.

A Logosofia prefere manter intacto o livre-arbítrio, porque é bem sabido que cada qual há de responder sempre com firmeza aos ditados de sua consciência.


A Logosofia é, justamente, a especialidade científica e metodológica que se ocupa da reativação consciente do indivíduo.


A Logosofia é uma religião?



Do ponto de vista logosófico, a crença sem reflexão foi e continua sendo uma das maiores responsáveis por entorpecer o desenvolvimento moral e espiritual do ser humano. 

Isso porque a fé, quando baseada pura e simplesmente na própria fé, produz uma certa inibição mental que dificulta o exercício da razão ao afirmar que a reflexão é o que expõe o homem ao engano, à heresia, ao paradoxo. 

A Logosofia institui, portanto, a necessidade da revisão de todo conceito – velho ou novo – admitido sem reflexão e análise, incluindo os formulados por esta própria doutrina filosófica. 

Através da experimentação e revisão contínua do compreendido, é possível assegurar-se um processo de aprendizagem em evolução, que irá preservar o homem dos mistérios de toda fórmula dogmática.

Os ensinamentos logosóficos atraem um grande número de pessoas que buscam satisfazer inquietudes espirituais. Mas, embora a logosofia reconheça a existência de uma força criadora, ela não difunde a ideia de um transcendente punitivo e questiona os dogmas e os preconceitos, fatores que também impediriam a evolução. 






Fonte:http://www.oqueelogosofia.com.br/
http://www.logosofia.org.br/

4 comentários:

  1. A Logosofia é o conhecimento de si mesmo. Vamos praticar e estudar a fundo esse método.

    ResponderExcluir
  2. Na educação de hoje é necessario a educar o individuo no todo , essa ciência veio Só ajudar

    ResponderExcluir
  3. Na educação de hoje é necessario a educar o individuo no todo , essa ciência veio Só ajudar

    ResponderExcluir
  4. Como astronautas, devemos olhar para o universo, em seguida para dentro de nós mesmos...até que a distinção de ambos torne-se difícil

    ResponderExcluir